Plano Local de Ação Climática é apresentado em fórum que reúne lideranças das capitais brasileiras

 

Fórum CB27 teve como objetivo discutir os Planos de Desenvolvimento Sustentável e Ação Climática das capitais brasileiras

O Plano Local de Ação Climática do Recife foi apresentado, nesta quarta-feira (9), pelo secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Carlos Ribeiro, durante o Fórum CB27, que reúne gestores ambientais das capitais brasileiras. O evento, que aconteceu online, foi proposto em comemoração ao Dia do Meio Ambiente e realizou uma inédita discussão sobre Planos de Desenvolvimento Sustentável e Ação Climática das capitais brasileiras, e como as cidades estão traçando metas e alianças para a sua implementação. O encontro foi promovido com o apoio da Fundação Konrad Adenauer (KAS) no Brasil, do ICLEI América do Sul, da Aliança pela Ação Climática - ACA Brasil, do Centro Brasil no Clima, do Grupo de Cidades C40 e da Embaixada Britânica. 

Durante o evento, o secretário Carlos Ribeiro reforçou como a capital pernambucana  pretende desempenhar efetivamente seu compromisso de resposta às mudanças climáticas e explicou a importância do Plano Local de Ação Climática (PLAC) para construir uma cidade mais resiliente. 

“O Plano Local de Ação Climática (PLAC) é um documento estratégico que demonstra como o Recife implanta suas ações com os compromissos do Acordo de Paris, definindo  metas para a redução de emissões de gases de efeito estufa na cidade e ações prioritárias para mitigar e adaptar aos efeitos da mudança do clima até 2050. Além disso, o PLAC também servirá como base para todos os demais planos municipais, pois reúne ações nos eixos de Mobilidade, Saneamento, Energia e Resiliência para a formulação de programas e políticas ambiciosas de enfrentamento às mudanças climáticas com objetivo de tornar a cidade mais resiliente e inclusiva”, avaliou.

Conjuntamente, devido à grande necessidade de redução de emissões para cumprir as metas estabelecidas no Acordo de Paris, as grandes cidades assinaram o Compromisso 2020 (Deadline 2020), em que as cidades signatárias se comprometem a elaborar Planos de Ação Climática que construam uma trajetória acelerada de redução de emissões consistente e de adaptação climática, alinhadas com as metas do Acordo de Paris. Em adição, grandes cidades mundiais estão comprometidas com a campanha lançada no ano passado, a campanha “Race to Zero”. O objetivo do “Race to Zero” é reunir líderes de países, cidades, empresas, investidores, academia e sociedade civil para se juntarem à maior coalizão de líderes comprometidos na transição para uma economia descarbonizada antes da COP26, quando os governos devem fortalecer suas contribuições para o Acordo de Paris. Isso mostrará que as cidades, regiões, empresas e investidores estão unidos para colaborar com os compromissos assumidos pelos governos federais. Nesse sentido, as capitais de Estado do Brasil - reunidas no CB27 - devem liderar esses esforços de planejamento de metas e implementação de ações climáticas.

 

Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade

Rua Fernando César, nº 65, Encruzilhada. Recife - PE - CEP 52041-170, (8h às 12h: atendimento ao público)

 

Desenvolvido pela Emprel