Jardins Históricos

Imagem: 
Corpo: 

 

O decreto municipal nº 29.537, de 23 de março de 2016, institui como jardins históricos 15 espaços públicos do Recife projetadas pelo paisagista Roberto Burle Marx (1909-1994).  A iniciativa de proteger essas áreas foi inspirada na Carta de Florença, publicada pelo Icomos, sigla em inglês para Conselho Internacional de Monumentos e Sítios.

O levantamento contou com a colaboração de pesquisadores do Laboratório da Paisagem da Universidade Federal de Pernambuco e de técnicos da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Prefeitura (SMAS).  Os espaços contemplados foram projetados pelo paisagista entre 1934 e 1937, quando ele exerceu a função de diretor do setor de Parques e Jardins da Diretoria de Arquitetura e Urbanismo do Governo do Estado de Pernambuco.

As 15 áreas são as Praças de Casa Forte, Euclides da Cunha, República e Jardim Campo Princesas, Derby, Salgado Filho, Faria Neves, Pinto Damaso, Entroncamento, Chora Menino, Maciel Pinheiro, Dezessete, Artur Oscar, Jardim da Capela da Jaqueira e os largos da Paz e das Cinco Pontas. Os seis primeiros logradouros da lista foram tombados, em junho de 2016, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Clique no link a seguir para acessar o decreto: Decreto Municipal 29.537/2016.

 

Sede: Avenida Cais do Apolo, 925, 5º andar, Bairro do Recife. Recife -PE - CEP 50030-903

Licenciamento: Rua Fernando César, nº 65, Encruzilhada. Recife - PE - CEP 52041-170 (8h às 13h: atendimento ao público)

Desenvolvido pela Emprel