Jardim Botânico do Recife desenvolve experimento que testa desempenho de fertilizantes em espécie de maracujá

 

Pesquisa, desenvolvida por monitores do espaço, tem como objetivo analisar o desenvolvimento de mudas de Passiflora serrato-digitata

 

Estagiários do Jardim Botânico do Recife (JBR), equipamento ligado à Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, estão colocando em prática um estudo sobre o efeito de determinados fertilizantes na espécie de maracujá, Passiflora serrato-digitata. Fernando Lucas e Matheus Cavalcante, responsáveis pela pesquisa - sob orientação do analista do JBR e engenheiro agrônomo, Bruno Viana, e apoio das estagiárias Jessica dos Santos e Ana Quitéria - analisam o desempenho de plantas com dois tipos de fertilizantes (foliar e enraizador) e outros que não receberam nenhum, para comparar e descobrir quais os melhores resultados. 

 

“A ideia da pesquisa surgiu a partir das nossas observações diárias, onde percebermos que algumas espécies de maracujá, que compõem a nossa coleção, apresentam uma taxa de crescimento inicial mais lenta, assim, naturalmente, demandam um tempo maior até chegarem ao ponto adequado para, finalmente, serem transplantadas para o expositor, local que o público tem acesso a visitar a coleção”, afirma Bruno Viana.

 

Semanalmente são feitas análises de tamanho, número de folhas, brotações e diâmetro da planta e todas essas etapas tornam possível recomendar qual o tipo de adubo mais eficiente e que causa os efeitos mais positivos para acelerar o crescimento inicial das plantas de maracujá. “Aprendemos, na prática, que o manejo de uma coleção científica é muito dinâmico. Ou seja, precisamos ter sempre sementes prontas para plantar, plântulas em crescimento inicial e mudas em estágios mais avançados de crescimento”,  concluiu Bruno Viana. 

 

O Jardim Botânico do Recife, vai muito além do que ser uma opção de lazer contemplativo, tendo sempre o compromisso de estar sempre produzindo conhecimento científico através de seus analistas e monitores em busca de um mundo mais sustentável. O espaço fica aberto para visitação das terças aos domingos, das 9h às 15h. A entrada é gratuita e não requer agendamento.

 

Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade

Rua Fernando César, nº 65, Encruzilhada. Recife - PE - CEP 52041-170, (8h às 12h: atendimento ao público)

 

Desenvolvido pela Emprel