PCR investe em ações para aumentar a arborização urbana e mais de 11 mil árvores foram plantadas em 2019

Planejamento e participação ativa da população contribuem para a melhoria da cidade, ampliação das áreas verdes e resiliência às mudanças climáticas

A capital pernambucana ficou mais arborizada em 2019. A Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMAS), vem investindo na ampliação de áreas verdes na cidade. Somente em 2019, 11.051 mudas foram plantadas. O número inclui ações como a Maratona Verde - que plantou  10 mil árvores em apenas uma semana - e projetos específicos lançados pela pasta, como o Bora Plantar?, que já atendeu mais de 200 solicitações.  O resultado é considerado positivo pelo secretário José Neves Filho para o planejamento da arborização e resiliência às mudanças climáticas.

“Os números das ações voltadas à arborização em Recife são bastante significativos. Por outro lado, o balanço do trabalho da SMAS neste setor mostra que o comprometimento da administração do prefeito Geraldo Julio com a preservação do meio ambiente é uma ação permanente e não apenas uma atividade desenvolvida num só dia”, declarou José Neves.

Desde junho de 2019, a SMAS oferece à população o projeto “Bora Plantar?", que faz parte do Plano de Arborização da Capital e visa ordenar e planejar o plantio de árvores no município. Além de incentivar o plantio, o “Bora Plantar?” tem o intuito de ampliar a vegetação e fomentar o paisagismo dos espaços de uso coletivo na cidade. A iniciativa também aproxima a população da natureza e faz com que o cidadão se sinta responsável pela árvore que ele plantou. O projeto atua de duas maneiras: através do 156 e de acordo com o planejamento da SMAS, que tem como critérios os locais com baixa cobertura do verde e elevada temperatura de superfície, além de vias com rotas cicláveis. Em 2019, o programa recebeu 236 solicitações, sendo 216 atendidas e, com isso, 1.051 árvores plantadas na cidade. Os bairros de Boa Viagem, Encruzilhada, Rosarinho, Arruda, São José, Iputinga, Campina do Barreto, Graças, Pina, Parnamirim, Coelhos, Ilha do Leite, Madalena, Torre, Torrões, Mangueira foram alguns que receberam a ação. Ao todo, mais de 30 bairros do Recife foram arborizados através do Bora Plantar?.  A iniciativa atende residências, comércio e indústrias.

As espécies mais plantadas ao longo do ano nas ruas, praças e avenidas da cidade foram: Mororó (Bauhinia monandra) e Urucum (Bixa orellana) de pequeno porte; as de médio porte - Sabonete (Sapindus saponaria)/ Ipê-roxo (Handroanthus impetiginosus) e Ipê-amarelo (Handroanthus chrysotrichus) e as de grande porte - Sibipiruna (Caesalpinia peltophoroides)/ Ipê-rosa (Handroanthus heptaphyllus)/ Pau-ferro (Libidibia ferrea) e Angico-branco (Anadenanthera colubrina). Todo o processo de escolha das espécies segue os critérios do Manual de Arborização da Cidade.

A cidade também recebeu plantio através da compensação ambiental. Durante todo o ano foram plantadas 309 árvores em diversos pontos da cidade.  A Compensação Ambiental é um mecanismo legal para que as empresas retornem e minimizem os impactos que podem ser causados no ambiente a partir de “atividades utilizadoras de recursos ambientais".

Segundo o secretário José Neves, “a arborização urbana proporciona à cidade inúmeros benefícios relacionados à estabilidade climática, ao conforto ambiental, à melhoria da qualidade do ar, assim como a saúde física e mental da população, além de influenciar na redução da poluição sonora e visual e auxiliar na conservação do ambiente ecologicamente equilibrado”, disse.

O grande destaque foi a ação inovadora através da Maratona Verde do Recife. O projeto contribuiu diretamente para que os moradores fizessem parte da construção ecológica da cidade e fortalecesse a consciência cidadã sobre a importância das árvores. Foram 55 pessoas envolvidas diretamente na Maratona Verde, incluindo biólogos, fiscais ambientais, assistentes de controle e gestão ambiental e controle de áreas verdes da SMAS. Em sete dias, equipamentos de educação receberam 339 novas mudas, também foram plantadas 890 árvores no Campus da UFPE, enquanto o Hospital da Mulher e o Pelópidas Silveira receberam 700 espécies nativas da Mata Atlântica. No Parque Dona Lindu, foram plantadas 107 árvores, 1.015 na orla de Boa Viagem, 2.150 em Unidades de Equilíbrio Ambiental (Joana Bezerra e Aeroporto), 240 no Parque da Macaxeira, 216 em residências particulares, 61 plantios em calçadas e 3.909 nos demais espaços públicos da cidade. A apoteose foi marcada por uma grande ação coletiva no Parque Santana, reunindo voluntários para o plantio das últimas 373 mudas que fecharam o marco de 10 mil árvores em uma semana.

 

A SMAS também conta com o viveiro municipal, localizado no Jardim Botânico do Recife, que tem objetivo atender a demanda relacionada à arborização municipal voltada às praças, passeios públicos e nascentes, entre outras.  O local tem uma grande capacidade de produção e, assim, busca suprir as necessidades de arborização da cidade. Conta com toda a infraestrutura necessária como: estufa, irrigação pré-definida e o acompanhamento técnico de engenheiro agrônomo, engenheiro florestal e biólogos, em todas as etapas produtivas, desde a germinação das sementes até o período em que a espécie esteja adequada para o plantio.

SOLICITAÇÃO DE ALVARÁ SONORO PARA EVENTOS E SECRETARIA EXECUTIVA DE SUSTENTABILIDADE

Rua Fernando César, nº 65, Encruzilhada. Recife - PE - CEP 52041-170, (8h às 13h: atendimento ao público)

 

Desenvolvido pela Emprel